Maracujá, kiwi, abacaxi e hortelã!

Imagem

O suquinho de hoje foi super tropica Maracujá, kiwi, abacaxi e hortelã!!!

Devido às suas propriedades calmantes, o maracujá auxilia no combate ao stress e ainda ajuda e reduzir colesterol e diabetes. O bonitinho possui fósforo, cálcio, vitamina A, vitaminas do complexo B, fibras, muita vitamina C e boa quantidade de sais minerais, como ferro, sódio, cálcio e fósforo. A combinação de todos os nutrientes dão ao maracujá o poder antioxidante, o que melhora o funcionamento do organismo.

O kiwi é fonte de Vitamina A, C, E, B6, potássio, magnésio, cobre, fosfato e fibras dietéticas. Tem efeitos antiinflamatórios, antioxidantes, anticancerígenos e laxativos.

A hortelã é rica em vitaminas C e A, cálcio e ferro. A vitamina C é um antioxidante poderoso e ajuda a sintetizar o colágeno. A vitamina A faz bem para a pele, os cabelos e os ossos. O cálcio atua na formação de ossos e dentes, e o ferro faz bem para o sangue. Quem sofre de insônia pode aproveitar as propriedades calmantes da hortelã, utilizando-a em forma de chá.

Sobre o abacaxi, já falei aqui ó (só clicar)!

Segue a receitinha:

2 maracujás

2 kiwis

3 fatias de abacaxi

10 folhinhas de hortelã

500 ml água

gelo

Bater tudo no liquidificador, e coar.

Ficou uma delícia, e super refrescante!

Frutas com iogurte!

Imagem

Quem disse que dieta pastosa significa ter que comer papinha de neném?

Eu quero é glamour! rs…

Não sei vocês, mas eu sou muito visual! Às vezes compro as coisas só pela embalagem bonita… então porque não fazer o mesmo com a comida? Assim, uma receita simples e prática como essa, pode virar um espetáculo para os olhos também!!

Olha o que eu usei:

  • 1/2 mamão papaya
  • 1 banana prata pequena
  • 1 pote de iogurte grego zero da Vigor
  • 2 colheres de aveia em flocos finos

Modo de preparo: Amassar as frutas até ficarem com a consistência cremosa. Pegar uma taça bem bonitona, e ir intercalando os ingredientes. Pra ficar bonito assim, caprichem primeiro nas laterais, depois vai espalhando. A aveia, eu fui colocando só nas bordinhas, senão fica muita aveia. Coloquei nessa ordem: mamão, iogurte, aveia e banana. Fui intercalando, finalizei com o iogurte e polvilhei mais um pouquinho de aveia pra enfeitar.

Olhando a foto parece super elaborado né? Tão simples!! E o melhor fica uma DELÍCIA!!!!

Essa minha receita foi uma adaptação dessa receita aqui ó: Beauty taça de papaya

É que como eu ainda estou em dieta pastosa, não posso comer as sementinhas, aí vou inventando as minhas versões. Fora que é muito mais fácil da gente ter aveia em casa, né?

Quanto às frutas, dá pra improvisar, colocar morangos, maçã, kiwi, manga, e outras infinitas…. o que não dá pra amassar, é só cortar em cubinhos. Quanto mais colorido e variado, melhor e mais bonito!!!

Vocês podiam fazer, tirar uma foto e marcar #projetofafa no Instagram pra eu ver, né?

Marquei meu IG aí na foto: @larissaglob. Me adicionem!!!

Caldo de cenoura e mandioquinha!

Imagem

Friozinho… hmmmmm que delícia! Eu adoro, e vocês?!

E pra acabar com esse friozinho, nada melhor do que um caldinho bem quentinho não é mesmo!?

E o mellhor… agora meus caldinhos já podem ter consistência de caldinho de gente de verdade rs…

No quesito “carboidratos”, a mandioquinha é a minha preferida, acho muito saborosa! Faz toda a diferença!!!

Esse meu caldinho já é famoso aqui em casa e todo mundo que come, adora!

Olha a receitinha que simples:

  • 1 colher de margarina light
  • 1 cebola média em rodelas
  • 1 dente de alho amassado
  • 1 + 1/2 xícara de cenoura em rodelas (uma cenoura grande)
  • 1 xícara de mandioquinha picadinha (uma mandioquinha pequena)
  • 1/4 de xícara de arroz
  • 5 xícaras de água (750 ml)
  • cheiro verde
  • sal e temperinhos à gosto

Modo de preparo: Derreta a manteiga e refogue a cebola e o alho. Junte a cenoura, a mandioquinha e o arroz, tempere e depois cubra com a água e cozinhe na panela de pressão. Depois é só liquidificar tudo (e não precisa peneirar! êêê!!!). Na hora de servir é só salpicar o cheiro verde. Rende 6 porções pequenas.

Como eu ainda estou em dieta pastosa, é essencial que eu coma carne (proteína) nas refeições, então, depois de pronto coloquei duas colheres de carne moída no meu prato junto com o caldinho. Ficou uma delícia também!

Experimentem, e depois me contem! 😉

Gelo verde!

Imagem

Viciou nos sucos verdes, mas a sua couve anda estragando na geladeira?

Por mais que a gente tome todos os dias, chega no final de semana, e a couve já está lá, toda amarelada na geladeira, não é mesmo?

Não mais!! Descobri uma receitinha super legal… o gelo verde!

E o melhor, já pesquisei, e se ele for consumido em até 10 dias, ele não vai perder os nutrientes por estar congelado. Ou seja, suco verdinho e fresquinho para os próximos 10 dias!

E é tããão simples, olha só:

1 maço de couve

200 ml de água

Fui colocando a couve picadinha (tirei os talos) aos pouquinhos para ir agregando à agua, se precisar aperte o pulse de vez em quando para “soltar” alguma folhinha que possa ter enroscado na hélice. Ele fica bem grosso mesmo. Depois levei ao congelador e vuala… gelinhos verdes super concentrados!

Duas a três pedrinhas são suficientes para o suco do dia!!!

E para quem ainda não leu, falei sobre as maravilhas da couve aqui ó!!

Bora lá experimentar??

Adeus à dieta líquida!

Ontem (22/06/13), foi meu último dia de dieta líquida!

Confesso que a vontade era de dormir o dia todo pra ver se chegava logo o dia de hoje, pra eu poder comer minhas papinhas rs…

A nutri já havia me passado a dieta pastosa no dia 19, mas só fui ler o papel ontem, pra não aumentar minha ansiedade. À noite fui ao mercado, comprar meus novos quitutes, foi uma alegria só! Em breve já começarei a postar minhas novas receitinhas!

Mas antes de começar a falar sobre a dieta pastosa, vou dedicar esse post à minha rotina desses últimos dias, para que vocês tenham mais ou menos uma noção do que é a dieta líquida na prática.

Nas fotos estão as bebidinhas que eu mais consumi nos últimos 23 dias da minha vida:

Imagem

1. Leite desnatado + leite em pó desnatado enriquecido com cálcio: A orientação é para que tomemos de 2 à 3 porções de leite por dia, devido ao cálcio, já que na dieta líquida, o leite é a fonte mais rica em cálcio. Eu costumava misturar com um pedacinho (minúsculo) de fruta, pra dar um saborzinho: banana, mamão e morango eram meus queridinhos.

2. Glucerna: suplemento alimentar exclusivo da dieta líquida. Como consumimos pouquíssimo carboidrato e pouquíssimos nutrientes durante a fase líquida, o Glucerna vem para ajudar na sensação de saciedade. É isento de sacarose, lactose e glúten, e auxilia no controle da glicemia (por isso é indicado para diabéticos), colesterol e triglicerídeo. Possui 24 tipos de vitaminas essenciais e minerais. Para quem quer perder peso, o Glucerna pode substituir uma refeição. Mas tanto em casos de diabéticos quanto em casos de dietas, o suplemento deve ser utilizado com supervisão profissional, tá gente?

O meu é sabor baunilha, foi o único que encontrei aqui na cidade, depois de rodar umas 5 farmácias (cidade pequena é fogo!), mas ouvi dizer que também existe no sabor limão. A medida é de 6 colheres de sopa para 200ml de água. Sinceramente, no finalzinho não aguentava mais nem com o cheiro dele… mas percebi que ele fez falta quando não tomei… tive fraqueza e umas “tremedeirinhas” esporádicas.

Olha quantos nutrientes em 100ml da mistura:

Valor Energético

93kcal

Carboidratos

12g

Proteínas

4,7g

Gorduras Totais

3,4g

Fibra Alimentar

0,8g

FOS

0,4g

Sódio

89mg

Carnitina

21mg

Taurina

8,5mg

Inositol

85mg

Cálcio

106mg

Ferro

1,9mg

Fósforo

106mg

Magnésio

42mg

Zinco

1,6mg

Manganês

0,42mg

Selênio

7,6mcg

Iodo

16mcg

Potássio

156mg

Cloreto

150mg

Cobre

211mcg

Molibdênio

16mcg

Cromo

51mcg

Vitamina A

138mcgRE

Beta-caroteno

47mcgRE

Vitamina D

1,0mcg

Vitamina E

8,5mgTE

Vitamina K

8,5mcg

Vitamina C

25mg

Vitamina B1

0,16mg

Vitamina B2

0,18mg

Vitamina B6

0,42mg

Vitamina B12

1,3mcg

Ácido Fólico

2,1mg

Niacina

1,1mg

Ácido Pantotênico

85mcg

Colina

42mg

Biotina

32mg

 

3. Caldinho salgado: O caldinho é a única refeição salgada que temos na dieta líquida. Ele deve ser consumido duas vezes ao dia (almoço e jantar). Pra quem não conseguir consumir os 200 ml de uma vez, a sugestão é dividir as porções em três, e tomar o caldinho no meio da tarde também. Falei pra vocês que no final eu também já estava bem enjoada dele né, mas ele é importantíssimo, pois é a única fonte de proteínas! Variei bastante os legumes, mas a carne, na grande maioria, usei a vermelha. As medidas vocês já sabem, né? 1/2 prato de sobremesa de legumes, 1/2 prato de sobremesa de carne magra, 2 litros de água e sal à gosto. Cozinhar bem, liquidificar, coar na peneirinha especial, e mandar ver! A receita que eu fazia no almoço, guardava pro jantar. Mas o resto eu jogava fora, pois não é muito bom deixar de um dia para o outro, dado à perda dos nutrientes depois que eles já estão cozidos. No face da Clínica Bariátrica, tem várias sugestões para os caldinhos. Copiei várias delas. A de lentilha é a mais gostosa, mas tem que ficar bem rala, viu?

4. Gelatina! Siiiim! Gelatina! A única refeição mais consistente que é permitida, e que eu adoro!!! Ela é permitida, poque apesar de aparentemente ser sólida, quando chega ao estômago, ela já derreteu e virou líquido. Comia normalmente à tarde, na refeição pós almoço. Ela tem que ser zero/light. Só prestem atenção com aquela película que às vezes forma por cima dela, caso aconteça, retirem com a colher, pois essa película não se dissolve, podendo assim grudar no estômago e fazer mal.

5. Suco natural: Desse eu jamais enjoarei! Descobri os sucos verdes e eles foram ótimos e só me fizeram bem! Aprendi a misturar vários ingredientes e criar sucos maravilhosos. Eles vão continuar na minha vida pra sempre, e logo tem mais receitinhas pra vocês. No meu caso eu não os adoçava, mais por opção mesmo, achava que não precisava. Mas se quiserem adoçar, usem adoçante/sucralose. Eu coava tudo na peneirinha especial, para não deixar nenhum resíduo. Mas o filhão e o maridão que também aderiram à moda dos sucos (e adoraram!), só coavam na peneira normal mesmo.

6. Suco de soja: Também é uma delícia! Eu adoro! Tomei todos os dias… ele é bem docinho, e bem geladinho então… hmmmmm… ideal para tirar aquela sensação de enjôo! Só prestem atenção porque ele tem que ser zero, heim! O meu preferido é o de uva, mas também comprei os de maçã, laranja e morango. Achei umas caixinhas de 200 ml, ideais pra levar de “lanchinho” pra quando saímos de casa.

7. Chá: Outra paixão eterna! Nada melhor do que um cházinho para dar aquela sensaçãozinha de aconchego na hora de dormir, né? Ainda mais com esse friozinho. Sem contar que cada um tem seu poder mágico especial… contra gases, calmante, relaxante… vou falar mais sobre eles depois, em um post especial. O chá verde, que eu adoro também, só pode ser consumido uma vez por dia, e o chá preto é proibido, devido à cafeína, que agora no início pode prejudicar o estômago!!!

8. Whey protein/ Aminoliquid: O Whey vai ser agora um companheiro de looonga data! Seja para complementar a deficiência de proteína, seja para me ajudar quando começar a academia (não vejo a hora!). Estava tomando o Whey Isolado, porque é livre de carboidratos e gorduras, só proteína mesmo. Antes da cirurgia estava tranquilo de tomar, mas depois, começou a pesar um pouco no estômago, não sei se pelo sabor (morango), ou se porque a mistura é pesada mesmo, então resolvi partir para o aminoliquid. Estou tomando esse aí da foto. A nutri tinha indicado o 38000, mas o que achei por aqui, tinha muito carboidrato e muita gordura, então optei por comprar o 27000 que era 0 carbo e gordura, e aumentamos a dose diária. Esse é sabor laranja, é um líquido bem grosso, parece um xarope. Tomo 8 colheres por dia, divido em duas doses de 4, e não achei enjoativo.

Fora isso, também tem os isotônicos (tipo Gatorade) e a água de coco. Confesso que a água de coco eu usei mais pra fazer suco do que pra tomar pura. Sei lá, não me habituei ao sabor da água de caixinha.

Comprei a água Bonafont, pois, como já é difícil tomar a água normalmente, a Bonafont ajuda bastante, porque ela realmente é um pouco mais leve… cai melhor no estômago.

E é isso aí… conciliar as refeições, sempre de 2 em 2 horas. Tentar beber muita água, força, paciência e determinação.

Tentem arrumar alguma coisa pra distrair a cabeça… ajuda muito! Ficar só deitada em frente à TV, além de não ser saudável nem no pós operatório, faz parecer que o tempo passa mais devagar.

Vocês vão ver, 20 dias passam voando, e vale tanto a pena que é apenas um pequeno preço a pagar por tanta mudança.

E v´ambora rumo à dieta pastosa… mais 15 dias!!!

Vou fotografar tudo que eu comer hoje pra vocês!!!!

Foco e fé! Sempre!!

…lá se foram 10!!

Imagem

16 dias! E lá se foram 10 kg! 10!!! Vocês fazem ideia da minha alegria?? As roupas ficando largas, meu rosto voltando a ser meu, e não mais do Madimbu… as pessoas percebendo que você emagreceu… não há sacrifício nesse mundo que não valha a pena!!!

Sumi, né? Assumo, reconheço e peço desculpas… tirei várias fotos de sucos, de caldinhos… e não postei. Andei meio entretida com outros assuntos, e acabava que não me sentia inspirada pra escrever aqui…

Na última vez que escrevi, aliás, eu estava sofrendo horrores com meu intestino!! Gente, isso foi uma das coisas que não me avisaram que poderiam acontecer… e que deveriam! rs… Sofri viu, sofri MUITO, senti muita dor por causa do ressecamento, tomei o óleo vegetal que a enfermeira da clínica sugeriu…. e NADA!… e vou ter que confessar (e faço isso pelo bem de quem ainda vai passar por isso), taí o meu salvador, depois de três dias de sofrimento:

Imagem

Depois disso, fui ao médico e ele me aconselhou a tomar leite de magnésia diariamente… estou tomando três colheres por dia… e tudo voltou ao normal. Então, se puderem, já antes da cirurgia, conversem com o médico de vocês sobre a possibilidade de poderem tomá-lo para que vocês não passem pelo que eu passei.

Tirando isso, está indo tudo às mil maravilhas, não sinto nenhuma dor, meus furinhos estão cicatrizando maravilhosamente bem, já consigo me levantar da cama e do sofá sozinha. Só ainda não estou abusando muito dos esforços físicos, não abaixo, não levanto peso… porque por mais que externamente tudo pareça estar às mil maravilhas, sei que aqui dentro ainda existe todo um processo de cicatrização e reestruturação um pouco mais sérios.

Sobre a dieta líquida, ainda faltam três dias! Hoje fui à nutricionista, e ela já me passou a pastosa… estou super ansiosa por ela, mas falo disso em outra oportunidade, exatamente para não ficar alimentando a minha ansiedade.

Confesso que no início a dieta líquida é muito mais tranquila… agora na reta final ando sofrendo um pouco, pois ENJOEI… sim! Não aguento mais! rs… principalmente os caldinhos salgados… não consigo mais nem sentir o cheiro direito… e aí está o meu erro! Comecei a pular refeições…. das 8 refeições que tinha que fazer por dia, estava fazendo apenas quatro. Até que ontem fiz apenas duas… tsc tsc tsc… que feio! Eu deveria ter vergonha de assumir isso né? Mas não… estou contando exatamente para pedir uma coisa para vocês: NÃO FAÇAM ISSO!!!! JAMAIS!!!

Fome mesmo, vocês não vão sentir… é incrível, mas não sinto nenhuma fome, então se precisasse ficar o dia todo sem comer, eu conseguiria numa boa, mas sabe o que aconteceu nessa última semana, enquanto eu dava meu relaxo? Quase nada! Exatamente! Não perdi quase nada de peso!!! E por que??? Eu já tinha falado isso antes, né? O metabolismo fica lento, e o corpo não trabalha como deveria, então tem que tirar das reservas de outros lugares, e não queima calorias!! Ficamos eu e minha cara de tacho olhando para a cara da nutricionista enquanto ela me explicava que se eu tivesse feito tudo direitinho, teria perdido mais!

Mas agora já foi, lição repassada e memorizada!! A partir de amanhã, despertador a postos, e dá-lhe refeiçãozinha de 2 em 2 horas!! Inclusive, pra quem tem curiosidade de saber quais são essas 8 refeições que faço, amanhã vou tirar foto de todas, e postar aqui no blog pra vocês verem, tá? Prometo!!!!

E sobre a vontade de comer?! Olha gente, CLARO que ela existe… mas é até engraçado sabe… não sei se é porque ando pesquisando e lendo muito sobre alimentação saudável, mas tô com umas vontades esquisitas. Por exemplo, no sábado, me contorci de vontade de comer lasanha de berinjela… Sabem o que fiz? Eu mesma preparei a bonita com tudo que tinha direito, e obriguei meu marido (que nem curte berinjela tanto assim) a comer, pra matar a minha vontade!! E ele, todo lindo, como sempre do meu lado pra TUDO, comeu e fingiu que tava uma delícia só pra me agradar!!

As pessoas ficam super sem jeito de comer na minha frente, querem esconder, deixam pra depois… eu até já briguei por causa disso! Não quero que escondam NADA de mim! A imaginação é uma arma muito mais perigosa do que o que nos é palpável! Sabe o que faço? Vou lá, dou uma boa olhada, uma boa cheirada, e pronto! Passou… nada mais de vontade!!

Essa é a fase mais complicada… o nosso psicológico ainda está em adaptação à nova situação… por mais que você tenha passado e repassado esse assunto com seu psicólogo… é claro que você vai ter vontades! Tenho vontade de comer uma pizza bem delícia!? Ô se tenho! Mas por incrível que pareça, é vontade de comer apenas um pedacinho… e não mais a pizza inteira! Eu acho isso incrível, e fico orgulhosa de estar conseguindo treinar meu cérebro dessa forma….

Outra coisa que acontece nesse finalzinho de dieta líquida, é a redução de disposição! Uma preguiiiiça, uma vontade de ficar na cama, uma moleza só! No começo era aquela super disposição pra tudo, queria organizar as coisas, caminhar, fazer mil coisas… Mas por que então?? Simples!! Como a dieta líquida é praticamente nula de carboidratos, seu corpo foi usando todas as reservas que ainda tinha estocado… e agora nesse finalzinho, essas reservas vão se acabando… sendo assim, fica mais difícil produzir a energia necessária pra nos dar aquela disposição!

E agora, faltam apenas três dias!! Não vai doer ser disciplinada e perseverante… já se foram 20!!!

Então vamos lá! Sempre em frente!!

Nem tudo são flores…

Imagem

Prisão de ventre! O assunto não é lá tão agradável de se abordar, mas eu achei importante dividir com vocês, pois provavelmente por ser um pouco constrangedor, quase não encontrei posts que falassem especificamente sobre o assunto em pós operatórios de gastroplastia.

Na quinta-feira, um dia após ter voltado do hospital, eu havia conseguido ir ao banheiro tranquilamente, não tive o menor problema! Fiquei super feliz… sinal de que estava tudo bem comigo, né?!

Desde então, só fui sentir vontade novamente no domingo, achei que era normal… Devido à dieta líquida, não devia existir muitos resíduos a serem eliminados mesmo.

Gente do céu! Que sofrimento! Horas lá concentrada no banheiro e nada… só dor! A vontade estava ali, mas nada do danadinho resolver sair… (meio delicado conseguir explicar a situação sem constrangimentos rs…)

Enfim, desisti, pois estava tendo que fazer muita força… e força é o que eu menos posso fazer agora né?

Passei o resto do domingo constipada, com dores e de mau humor rs…

Chegou segunda-feira, fiz mais uma tentativa…. e nada!!! Só dor!

Comecei a ficar preocupada!! Mil coisas passando pela cabeça… será que deu alguma coisa errada na cirurgia? Será que fiz muita força? E agora??

Resolvi mandar um email para minha nutricionista e para a enfermeira da Clínica Bariátrica. 

Ufa!! Que alívio!!

A nutricionista me disse que eu não precisava me preocupar, que é muito comum ter mais dificuldades de ir ao banheiro durante a dieta líquida, primeiro porque a ingestão de água ainda está muito baixa, segundo porque eu não estou consumindo fibras e terceiro porque a dieta praticamente não tem resíduos de alimentos. Nessa condições, a produção de fezes fica mais lenta e não tem mesmo o que eliminar. É um processo natural do corpo, conforme minha ingestão de água melhorar e quando trocarmos a dieta, o intestino voltará a funcionar normalmente.

Mas e as dores? Eu precisava ir ao banheiro!!!!

Foi então que a Pati, enfermeira da clínica, me respondeu… disse que eu podia comprar óleo mineral (laxante) na farmácia, indicou o Agarol… fiz o Rapha sair correndo pra comprar pra mim, ele rodou a cidade inteira atrás do bendito, e NADA, nenhuma farmácia tinha o tal de Agarol… aí pedi que ele comprasse um outro óleo mineral qualquer, ele achou um chamado Naturol…

(Gente, pelo amor de Deus, não vão se auto-medicar aí, heim? Eu tomei esse porque foi indicado pra mim! Sempre consultem o seu médico! Cada caso é um caso!!)

É muito desconfortável essa situação… dói demais, cheguei a chorar de desespero (mas também não adiantou nada, viu? rs…).

O Naturol ainda não fez efeito, tomei uma colherzinha ontem, e outra hoje… Imaginei mesmo que não iria fazer efeito assim, de uma hora pra outra… mas acho que até amanhã no máximo, vai dar certo, se Deus quiser!

Pra ajudar, misturei mamão no meu leite, tomei suco de laranja com mamão, e fiz um caldinho de lentilha, que me disseram que ajuda bastante (aliás, ficou divino! o mais gostoso até agora – não tirei fotos, mas mesmo assim vou postar a receita depois pra vocês, porque vale a pena!).

Estou evitando ficar muito tempo sentada, porque é realmente desconfortável… estou fazendo várias caminhadinhas… e tentando tomar mais água… porque com certeza a pouca água que andei ingerindo influenciou, e muito, nisso. Como os líquidos da dieta já nos deixam mais do que saciadas, fica difícil tomar a água nos intervalos, e eu acabo me distraindo, e deixando passar… agora estou andando com uma garrafinha grudada, e a todo momento dou um golinho… ontem já consegui tomar bem mais água.

TOMEM ÁGUA!!! MUITA ÁGUA!!

E vamos rezar para que esse óleo faça efeito logo, para o bem da minha pele, da minha barriga, e do meu bom humor!!! rs…

Achei essa tirinha, não me aguentei… apesar do erro de português (fazem três dias – ai!!), vou ter que postar mesmo assim!!

Imagem