Adeus à dieta líquida!

Ontem (22/06/13), foi meu último dia de dieta líquida!

Confesso que a vontade era de dormir o dia todo pra ver se chegava logo o dia de hoje, pra eu poder comer minhas papinhas rs…

A nutri já havia me passado a dieta pastosa no dia 19, mas só fui ler o papel ontem, pra não aumentar minha ansiedade. À noite fui ao mercado, comprar meus novos quitutes, foi uma alegria só! Em breve já começarei a postar minhas novas receitinhas!

Mas antes de começar a falar sobre a dieta pastosa, vou dedicar esse post à minha rotina desses últimos dias, para que vocês tenham mais ou menos uma noção do que é a dieta líquida na prática.

Nas fotos estão as bebidinhas que eu mais consumi nos últimos 23 dias da minha vida:

Imagem

1. Leite desnatado + leite em pó desnatado enriquecido com cálcio: A orientação é para que tomemos de 2 à 3 porções de leite por dia, devido ao cálcio, já que na dieta líquida, o leite é a fonte mais rica em cálcio. Eu costumava misturar com um pedacinho (minúsculo) de fruta, pra dar um saborzinho: banana, mamão e morango eram meus queridinhos.

2. Glucerna: suplemento alimentar exclusivo da dieta líquida. Como consumimos pouquíssimo carboidrato e pouquíssimos nutrientes durante a fase líquida, o Glucerna vem para ajudar na sensação de saciedade. É isento de sacarose, lactose e glúten, e auxilia no controle da glicemia (por isso é indicado para diabéticos), colesterol e triglicerídeo. Possui 24 tipos de vitaminas essenciais e minerais. Para quem quer perder peso, o Glucerna pode substituir uma refeição. Mas tanto em casos de diabéticos quanto em casos de dietas, o suplemento deve ser utilizado com supervisão profissional, tá gente?

O meu é sabor baunilha, foi o único que encontrei aqui na cidade, depois de rodar umas 5 farmácias (cidade pequena é fogo!), mas ouvi dizer que também existe no sabor limão. A medida é de 6 colheres de sopa para 200ml de água. Sinceramente, no finalzinho não aguentava mais nem com o cheiro dele… mas percebi que ele fez falta quando não tomei… tive fraqueza e umas “tremedeirinhas” esporádicas.

Olha quantos nutrientes em 100ml da mistura:

Valor Energético

93kcal

Carboidratos

12g

Proteínas

4,7g

Gorduras Totais

3,4g

Fibra Alimentar

0,8g

FOS

0,4g

Sódio

89mg

Carnitina

21mg

Taurina

8,5mg

Inositol

85mg

Cálcio

106mg

Ferro

1,9mg

Fósforo

106mg

Magnésio

42mg

Zinco

1,6mg

Manganês

0,42mg

Selênio

7,6mcg

Iodo

16mcg

Potássio

156mg

Cloreto

150mg

Cobre

211mcg

Molibdênio

16mcg

Cromo

51mcg

Vitamina A

138mcgRE

Beta-caroteno

47mcgRE

Vitamina D

1,0mcg

Vitamina E

8,5mgTE

Vitamina K

8,5mcg

Vitamina C

25mg

Vitamina B1

0,16mg

Vitamina B2

0,18mg

Vitamina B6

0,42mg

Vitamina B12

1,3mcg

Ácido Fólico

2,1mg

Niacina

1,1mg

Ácido Pantotênico

85mcg

Colina

42mg

Biotina

32mg

 

3. Caldinho salgado: O caldinho é a única refeição salgada que temos na dieta líquida. Ele deve ser consumido duas vezes ao dia (almoço e jantar). Pra quem não conseguir consumir os 200 ml de uma vez, a sugestão é dividir as porções em três, e tomar o caldinho no meio da tarde também. Falei pra vocês que no final eu também já estava bem enjoada dele né, mas ele é importantíssimo, pois é a única fonte de proteínas! Variei bastante os legumes, mas a carne, na grande maioria, usei a vermelha. As medidas vocês já sabem, né? 1/2 prato de sobremesa de legumes, 1/2 prato de sobremesa de carne magra, 2 litros de água e sal à gosto. Cozinhar bem, liquidificar, coar na peneirinha especial, e mandar ver! A receita que eu fazia no almoço, guardava pro jantar. Mas o resto eu jogava fora, pois não é muito bom deixar de um dia para o outro, dado à perda dos nutrientes depois que eles já estão cozidos. No face da Clínica Bariátrica, tem várias sugestões para os caldinhos. Copiei várias delas. A de lentilha é a mais gostosa, mas tem que ficar bem rala, viu?

4. Gelatina! Siiiim! Gelatina! A única refeição mais consistente que é permitida, e que eu adoro!!! Ela é permitida, poque apesar de aparentemente ser sólida, quando chega ao estômago, ela já derreteu e virou líquido. Comia normalmente à tarde, na refeição pós almoço. Ela tem que ser zero/light. Só prestem atenção com aquela película que às vezes forma por cima dela, caso aconteça, retirem com a colher, pois essa película não se dissolve, podendo assim grudar no estômago e fazer mal.

5. Suco natural: Desse eu jamais enjoarei! Descobri os sucos verdes e eles foram ótimos e só me fizeram bem! Aprendi a misturar vários ingredientes e criar sucos maravilhosos. Eles vão continuar na minha vida pra sempre, e logo tem mais receitinhas pra vocês. No meu caso eu não os adoçava, mais por opção mesmo, achava que não precisava. Mas se quiserem adoçar, usem adoçante/sucralose. Eu coava tudo na peneirinha especial, para não deixar nenhum resíduo. Mas o filhão e o maridão que também aderiram à moda dos sucos (e adoraram!), só coavam na peneira normal mesmo.

6. Suco de soja: Também é uma delícia! Eu adoro! Tomei todos os dias… ele é bem docinho, e bem geladinho então… hmmmmm… ideal para tirar aquela sensação de enjôo! Só prestem atenção porque ele tem que ser zero, heim! O meu preferido é o de uva, mas também comprei os de maçã, laranja e morango. Achei umas caixinhas de 200 ml, ideais pra levar de “lanchinho” pra quando saímos de casa.

7. Chá: Outra paixão eterna! Nada melhor do que um cházinho para dar aquela sensaçãozinha de aconchego na hora de dormir, né? Ainda mais com esse friozinho. Sem contar que cada um tem seu poder mágico especial… contra gases, calmante, relaxante… vou falar mais sobre eles depois, em um post especial. O chá verde, que eu adoro também, só pode ser consumido uma vez por dia, e o chá preto é proibido, devido à cafeína, que agora no início pode prejudicar o estômago!!!

8. Whey protein/ Aminoliquid: O Whey vai ser agora um companheiro de looonga data! Seja para complementar a deficiência de proteína, seja para me ajudar quando começar a academia (não vejo a hora!). Estava tomando o Whey Isolado, porque é livre de carboidratos e gorduras, só proteína mesmo. Antes da cirurgia estava tranquilo de tomar, mas depois, começou a pesar um pouco no estômago, não sei se pelo sabor (morango), ou se porque a mistura é pesada mesmo, então resolvi partir para o aminoliquid. Estou tomando esse aí da foto. A nutri tinha indicado o 38000, mas o que achei por aqui, tinha muito carboidrato e muita gordura, então optei por comprar o 27000 que era 0 carbo e gordura, e aumentamos a dose diária. Esse é sabor laranja, é um líquido bem grosso, parece um xarope. Tomo 8 colheres por dia, divido em duas doses de 4, e não achei enjoativo.

Fora isso, também tem os isotônicos (tipo Gatorade) e a água de coco. Confesso que a água de coco eu usei mais pra fazer suco do que pra tomar pura. Sei lá, não me habituei ao sabor da água de caixinha.

Comprei a água Bonafont, pois, como já é difícil tomar a água normalmente, a Bonafont ajuda bastante, porque ela realmente é um pouco mais leve… cai melhor no estômago.

E é isso aí… conciliar as refeições, sempre de 2 em 2 horas. Tentar beber muita água, força, paciência e determinação.

Tentem arrumar alguma coisa pra distrair a cabeça… ajuda muito! Ficar só deitada em frente à TV, além de não ser saudável nem no pós operatório, faz parecer que o tempo passa mais devagar.

Vocês vão ver, 20 dias passam voando, e vale tanto a pena que é apenas um pequeno preço a pagar por tanta mudança.

E v´ambora rumo à dieta pastosa… mais 15 dias!!!

Vou fotografar tudo que eu comer hoje pra vocês!!!!

Foco e fé! Sempre!!

Anúncios

2 comentários sobre “Adeus à dieta líquida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s