Charminho no pão com ovo!

Imagem

Que tal colocar um charminho e um saborzinho a mais no café da manhã, ou lanchinho da tarde?

Coisas simples que acabam fazendo a diferença! Demonstra que você está pensando com carinho no que está preparando pra família!

Olha que básico!

Ingredientes:

  • 2 fatias de pão integral
  • 1 fatia de peito de peru
  • cream cheese light
  • 1 ovo
  • sal

Imagem

Modo de preparo: com um copo, ou um cortador qualquer que caiba no pão, faça um furo em uma das fatias. Na outra fatia, passe uma camada de cream cheese light e cubra com o peito de peru. Passe cream cheese também em um dos lados da fatia cortada, e coloque esse lado virado para o peito de peru, para que ele “grude” melhor e tenha menos risco do ovo “vazar”. Quebre o ovo com muito cuidado, dentro do buraquinho do pão, jogue uma pitadinha de sal e leve ao forno por 15-20 minutos, dependendo do ponto que você quiser deixar a gema. 

Voilá! Tá pronto!! 😉

Tortillas caseiras com guacamole!

Imagem

Sabe aquele tipo de coisa que você jamais havia parado pra pensar em como ou do que são feitas? Pois é… passei por isso ontem!

Desde a cirurgia ando morrendo de vontade de comer um “snack” crocantinho e salgadinho… confesso que antes da cirurgia era viciada numa das coisas que pra mim são das mais “venenosas” e condimentadas do mundo: Doritos!!! Sei disso porque me acabava de comer aqueles pacotões gigantes, tamanho família… e minutos depois já estava arrependida, passando mal e olhando para o dedo vermelho de tanto corante… blergh!

Bom, estava eu ontem, sábadão, a pensar em alguma comidinha diferente para comer à noite com a família, afinal, sábado pede alguma coisinha especial né?! Aí pensei no guacamole, super natural, saudável, gordurinha boa do abacate, misturado com o tomate e a cebola… perfeito!!! Aí lembrei das tortillas… fréun! Antes aqui guacamole era comido com Doritos… 

Não me rendi e comecei a dar uma pesquisada para descobrir como as tortillas eram feitas… engraçado como existem mil e uma maneiras de se preparar a mesma coisa né? Não copiei nenhuma das receitas na íntegra… apenas tomei-as como base, então não tenho nenhum site para dar como referência. 

Mas confesso, fiquei espantada com a simplicidade da coisa! 

No meu caso, que queria as tortillas assadinhas e crocantes, garanto que ficam super parecidas com aquele Doritos sabor original… não sei se é a receita “original” mexicana, mas funcionou direitinho para o que eu estava querendo!! E já imaginei elas quebradinhas em cima de saladinhas ou com outros tipos de molhinhos (sempre light, é claro!).

Já não sei se para comê-las como tacos ou wraps, só cozidas na frigideira elas dão certo, porque não experimentei… mas em uma próxima oportunidade faço o teste e compartilho com vocês!

Vamos à receita:

Tortillas crocantes

Imagem

Ingredientes:

  • 2 xícaras de farinha de milho em flocos
  • 1 xícara de água
  • 1/2 colher de sopa de margarina light
  • orégano, páprica picante e cominho à gosto (ou quaisquer outros temperinhos)
  • sal à gosto

Modo de preparo: Em uma tigela, coloque a farinha, misture com a margarina e os temperos, e vá jogando a água aos poucos. Sove bem. ficará uma massinha lisa, sequinha, que não gruda na mão. Faça bolinhas pequenas (assim como meu fofíssimo ajudante demonstra na foto rs…), e cubra-as para não ressecarem. Na mesa, estique um plástico filme, coloque a bolinha e cubra-a com outra camada do mesmo plástico. Com a ajuda de um rolo, abra a massa até ficar bem fininha, use uma base para cortar as tortillas sempre do mesmo tamanho. Com essa receita, fiz 16 tortillas de 12 cm de diâmetro. Esquente uma frigideira anti aderente (não precisa untar), e coloque a massa para “cozinhar”. De um a dois minutinhos de cada lado são suficientes, é normal que cresçam algumas bolhinhas. Ficará uma massa flexível. Se desejar, pode usar a massa assim para fazer os tacos ou wraps, ou outros preparos típicos da cozinha mexicana. Para fazê-las torradas, corte os disquinhos em 4 partes iguais, e leve ao forno até ficarem crocantes (mais ou menos 10 minutos).

 

 Guacamole

Imagem

 

Ingredientes:

  • 1 abacate médio
  • 2 tomates sem pele e sem semente picadinho
  • 1/2 cebola picadinha
  • suco de 1 limão
  • pimenta dedo de moça, ou rosa, ou outra de sua preferência picadinha/ ou molho de pimenta (opcional – eu não utilizei, pois a pimenta ainda é muito agressiva ao meu estômago, mas o marido separou a porção dele e mandou ver no tabasco!)
  • coentro fresco bem picadinho (opcional também)
  • sal à gosto

Modo de preparo: Amasse o abacate com o garfo até formar uma pasta homogênea, misture o tomate, a cebola e o suco de limão. Acerte o sal. Adicione a pimenta e o coentro, se optar por usá-los. Simples assim!!! 😉

 

Fiquei orgulhosa de mim, comi uma comidinha diferente, saudável e totalmente honesta!!! Eu super recomendo! Agora aqui em casa, Doritos com guacamole nunca mais!! rs…

 

Bolo integral de banana e maçã!

Imagem

Gente, não tem jeito! O dia todo em casa, com esse frio… como não pensar em comida?! E como não pensar em comida quentinha e cheirosa?!

Tão sentindo?? Cozinha quentinha, forno ligado…cheirinho de maçã com canela?! Hmmmmm……

Eu sei que eu deveria ter deixado essa receita para o fim de semana, mas não deu!! Não resisti, fui seduzida pelo frio!! rs…

Eu poderia estar roubando, eu poderia estar matando, poderia estar comendo um pastel, um brigadeiro ou um bolinho de chuva bem engordurado…. mas não!!!

É só um bolinho integral!! Nada de farinha branca, nada de leite, e nada de comer a forma inteira… insere nas calorias do dia, faz umas troquinhas e pronto!!!!

Vamos ser felizes?????

Tirei a receita do Blog da Mimis, sou fã dela, ela dá várias dicas saudáveis sobre comidas e exercícios físicos!!!!!

Segue a receitinha:

Imagem

  • 1/2 xícara (chá) de óleo vegetal (pode ser coco extra virgem , canola ou outro)
  •  3 ovos
  • 1 xícaras (chá) de farinha integral
  • 1 xícaras (chá) de aveia em flocos finos
  • 1/2 xícara (chá) de sucralose granular para forno e fogão ou 1/2 xic de chá de açúcar mascavo
  • 1 colher (sobremesa) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1 colher (sobremesa) de fermento em pó
  • 3 maçãs com casca cortadas em cubos
  • 3 bananas nanicas fatiadas
  • 1 xícara (chá) de nozes picadas (opcional) ou 1 xícara de ameixa seca (opcional)
  • Canela para polvilhar .

Modo de Preparo: Misture todos os ingredientes à mão ou na batedeira, deixando as frutas e castanhas por último. A massa fica bem grossa, não estranhe. Coloque em uma forma de aproximadamente 27 cm de diâmetro, ou retangular,  untada e enfarinhada, polvilhe com a canela e leve para assar em forno médio por mais ou menos 40 minutos. Se tem dúvidas do ponto certo, faça aquele truque do palitinho: espete  o palito no bolo e ele deve sair limpo. (Confesso que no meu forno, em meia hora o bolo assou, então vá sempre dando uma conferidinha). 

Imagem

Filé de linguado com molho de maracujá!

Imagem

Doce+azedo+salgado = combinação dos deuses!!!! Eu amo!!

Não tirei foto do passo a passo dessa receita, porque só ía postá-la no Instagram (@larissaglob), e no Facebook, mas ela acabou fazendo tanto sucesso, que decidi postar a receitinha aqui agora pra vocês.

Esses dias em casa têm me inspirado. Tenho procurado sempre pegar um ingrediente especial e transforma-lo em algo diferente do usual, pra provar que comida gostosa e bonita, não precisa ser custar caro. No meu caso, ando escolhendo esses ingredientes conforme sua urgência.

Minhas idas ao mercado têm sido cada vez mais prazerosas, e quanto mais colorido e saudável o carrinho, mais feliz eu fico… mas confesso, ainda preciso me adaptar às quantidades nessa nova vida!! Eu me empolgo!!!! Tem coisinha que acaba estragando na geladeira, e eu fico muuuito triste com isso!

O “resgatado” da vez foi o maracujá! Ele estava lá, quase falecendo, e eu estava programando fazer um suco com ele… mas gente, fala sério, com esse frio?? Suco gelado?? Ah não!!!

Aí me veio a ideia do peixinho… eu já tinha comido em um restaurante uma vez um salmão com molho de maracujá D-I-V-I-N-O!! E como eu tinha um filézinho de pintado no congelador, mandei ver!!!

Olhaí a receita:

  • 6 filés de linguado, ou qualquer outro peixe de sua preferência
  • coentro em pó
  • suco de 1 limão (para o peixe)
  • sal e pimenta à gosto
  • 2 maracujás
  • 2 colheres de mel
  • 3/4 xícara de água
  • suco de 1/2 limão (para o molho)
  • noz moscada
  • 1 colher de chá de aceto balsâmico (opcional)

Modo de preparo: Primeiramente tempere os peixes com o limão, coentro, sal e pimenta, e reserve. Em uma panela, coloque a polpa dos maracujás, adicione o mel e a noz moscada e ferva por 2 minutinhos. Adicione a água e o suco de limão e deixe ferver para dar uma engrossada (5 minutinhos mais ou menos). Peneire as sementes, e em uma frigideira à parte, dê uma tostadinha nelas, depois volte-as no molho e coloque o aceto (se quiser dar uma escurecidinha no molho). O peixe, fiz na grelha elétrica, coloquei só um fioziiiinho de azeite para não deixar o peixe grudar (o filé estava bem fininho), e grelhei dos dois lados. Se você não tem grelha, pode fazer em uma frigideira anti-aderente, ou embrulhar os filézinhos individualmente em quadradinhos de alumínio untados e levar ao forno. Depois é só montar o prato com os filés e jogar o molho por cima. 

Devido à cirurgia ainda ser recente, preferi não ingerir as sementinhas, coloquei mais para enfeitar mesmo. Mas normalmente elas ficam deliciosas depois de tostadinhas!!!

Espero que gostem!

Caldinho de talos de couve-flor com quinoa!

Imagem

Quantas vezes não jogamos fora parte dos alimentos que poderiam ser utilizadas de uma maneira diferente, não é mesmo?!

Ontem fiz salada de couve-flor no almoço, e como de praxe, os talos e aquelas florezinhas pequenininhas que sempre sobram no fundo do prato íam acabar indo pro lixo. Mas aí comecei a pensar no jantar, e com o friiiiio que estava fazendo, não consegui pensar em outra coisa que não fosse um caldinho bem quentinho.

Resolvi guardar os talinhos e as florezinhas pra ver no que dava.

E deu!!!!! Misturei quinoa (tinha comprado ontem, e tava com faniquito de usar pra alguma coisa, e descobri que podia colocar na sopa!), e alguns leguminhos coloridos pra dar uma “graça”, e ficou lindo, diferente e delicioso!

Os talos de couve-flor têm 4 vezes mais vitamina C do que a polpa da laranja sabiam?

Então vamos tirar proveito dessa receita quentinha, e ainda por cima combater a flacidez da pele!!!!!!

 Imagem

  • 1 cebola fatiada
  • 1 colher de margarina light
  • 2 batatas cortadas 
  • 1 litro de água
  • talos e algumas florzinhas (aquelas pequenininhas que caem quando vamos separar os buqezinhos da salada) de uma couve-flor
  • 1 cenoura cortada em cubinhos bem pequenininhos
  • 1 xícara de ervilhas frescas
  • 1/2 xícara de quinoa
  • sal à gosto

Modo de preparo: Em uma panela, refogue a cebola com a manteiga. Em seguida adicione a batata, os talos de couve-flor e 1 litro de água, e deixe ferver até os legumes estarem macios. À parte, ferva outra panela com água, e vá cozinhando a ervilha, a cenoura e a quinoa. Utilize a mesma água pra os três, primeiro cozinhe a ervilha, tire com uma escumadeira, reserve. Repita o mesmo processo com a cenoura. Por último, coloque a quinoa e deixe-a cozinhar por uns 15 minutos, ou até perceber que o grãozinho está transparente. Escorra a quinoa e reserve. No liquidificador, bata a cebola, a batata e a couve-flor, juntamente com o 1 litro da água utilizada no cozimento dos mesmos. Vai ficar um creminho branco. Acerte o sal e adicione os legumes (ervilha e cenoura) e a quinoa. Depois é só servir com umas torradinhas!!!

Pra aquecer o corpo e o coração!!!!

Frango em cubinhos, com creme de abóbora e iogurte, servido na moranga!

Imagem

 

Essa moranga já estava comigo há um tempinho, e eu não sabia o que fazer com ela, porque normalmente quando a gente pensa em moranga, a gente consequentemente pensa em catupiry e creme de leite, né? rs…

Ela já estava para virar um simples purê, ou alguma sopinha no jantar, mas resolvi dar uma pesquisada, e vi umas receitas de strogonoff de frango com iogurte… e fez-se a luz!!! Virou “frango na moranga light”!!!

Gostoso, nutritivo e saudável, olha só:

  • 1 abóbora moranga pequena
  • 2 colheres de cream cheese light
  • 1 cebola picadinha
  • 3 dentes de alho amassados
  • 5 filezinhos de frango em cubinhos
  • 1/2 xícara de molho de tomate natural (ou 1 tomate sem pele e sem sementes cortado em cubinhos)
  • 1 potinho de iogurte grego zero
  • orégano
  • cheiro verde
  • sal e pimenta do reino à gosto

Modo de preparo: Vamos começar assando a abóbora: corte a “tampinha” e retire as sementes com a ajuda de uma colher. Depois lave-a por dentro, escorra bem a água e embrulhe com papel alumínio. Coloque-a já embrulhada numa forma, com o furo virado para baixo e leve ao forno por aproximadamente 45 minutos (embrulhe à parte a tampinha, e leve juntamente ao forno), ou até perceber que a polpa já está macia. Retire a abóbora do forno, e com a ajuda de uma colher, raspe-a levemente por dentro, retirando um pouco da polpa (não tudo, senão a abóbora vai desmontar!), para utilizar no creme do frango. Reserve. Em uma panela, aqueça 1 colher de azeite e refogue a cebola e o alho, depois frite bem os cubinhos de frango com o orégano até ficarem macios. Em seguida, adicione o molho de tomate (se optar pelo tomate em cubinhos, certifique-se de refogá-lo bem, até quase desmanchar), depois a polpa da abóbora. Por último misture o iogurte, o cheiro verde e acerte o sal. Para montar o prato, passe o cream cheese light por dentro da abóbora, preencha com o frango ao creme e leve ao forno por mais alguns minutinhos. 

Combinação perfeita, garanto!!!

 

Creme de tomate!!

Imagem

Domingo, chuvinha, friozinho, preguiça, fome… tem coisa melhor que um caldinho??

Na minha humilde opinião, um dos melhores caldinhos que eu já fiz!!! Em tempero e sabor!!

Sem falar que o tomate tem antioxidante natural que combate os radicais livres e ajuda a retardar o envelhecimento. E pra quem vai reclamar da acidez do tomate, a mandioquinha tá aí pra isso!! Pra conter a acidez e ajudar na digestão…

Segue a receita:

Imagem

  •  1 kg de tomates sem pele e sem semente (aproximadamente 6 tomates)
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 1 cebola fatiada
  • 300 g de mandioquinha (aproximadamente 3 mandioquinhas médias)
  • 1/2 alho poró
  • 1/2 colher de chá de páprica picante
  • manjericão fresco à gosto
  • sal à gosto

Modo de preparo: Comece tirando a pele e a semente dos tomates – com uma faca afiada faça uma cruz superficial na “bundinha” do tomate, e coloque os tomates em água fervendo por uns 5 minutos (ou até perceber que a pele começou a soltar). Retire o tomate da panela e coloque imediatamente em uma tigela com água e gelo. A pele vai sair praticamente sozinha, é só puxar! Depois corte o tomate ao meio e com o auxílio de uma colher, retire as sementes. Pique os tomates e reserve. Em uma panela, refogue a cebola e o alho poró no azeite. Em seguida, acrescente o tomate, a mandioquinha, o manjericão e o sal, cubra com água e deixe ferver até perceber que a mandioquinha já está macia. Depois é só liquidificar, e servir! 

Fiz umas torradinhas com pão francês amanhecido, um fioziiiinho de azeite e orégano pra acompanhar!! Não precisa de mais nada!!!