Cupcake de Whey!

Imagem

Hoje a receitinha é pra quem usa o Whey Protein!

Copiei a receita do Instagram da @thaismassa, ela é uma fofa, e faz várias receitinhas fit!

Já aviso de antemão, pra quem não está acostumado, que o bolinho não fica com a consistência de um bolinho normal, exatamente porque é de whey. Ele fica mais “durinho”.

A receita é super simples:

Ingredientes:

  • 175 g de batata doce cozida
  • 3 claras
  • 2 scoops de whey (eu usei o isolado de morango, que é o que tenho em casa, mas na receita original, a Thaís usou o de baunilha)

Modo de preparo: Bater tudo no liquidificador ou mixer. Distribuir em forminhas de cupcake e colocar 5 blueberries (mirtilos) em cada bolinho. Você pode substituir por morangos, ou outra fruta de sua preferência. Leve ao forno por 30 minutos e pronto!

Pra quem não tem whey em casa, pode tentar substituir por aveia, mas não garanto que dá certo pois não testei ainda. Vou testar em outra oportunidade e venho contar pra vocês se funciona, tá?

Espero que gostem!

Anúncios

Mousse light de iogurte com morango!

Imagem

Vamos adoçar um pouco o dia com uma receita prática e light de sobremesa?

Ingredientes:

  • 1 pacote de gelatina diet sabor morango
  • 1/2 xícara de água fervente
  • 400 ml de iogurte natural desnatado ou grego light (2 potinhos grandes ou 4 pequenos)
  • 2 claras em neve

Modo de preparo: Dissolva a gelatina na água e deixe esfriar. Transfira para o liquidificador e bata com o iogurte. Junte as claras em neve e misture delicadamente com uma colher. Distribua em taças individuais ou em uma travessa de vidro e leve à geladeira por 2 horas.

Dá pra preparar antes de começar a fazer o almoço, assim na hora da sobremesa ela já estará pronta!

Curtam a página do #projetofafa no facebook: www.facebook.com/projetofafa

Torta de liquidificador integral com iogurte!

Imagem

Achei uma receitinha de torta integral super prática, leve, integral, e com iogurte na massa, fica maravilhoso!

Eu tirei a receita da massa do blog Nutrir Bem, mas dei uma modificada, substituindo a farinha branca por farinha de linhaça, e deu super certo também!!!

Não vou nem ficar de muito bla-blá-blá, porque a receita é muito boa, e merece ser feita AGORA! Então corre lá e depois me conta como ficou ;).

Ingredientes:

Massa:

  • 3 ovos
  • ½ copo de óleo de canola
  • 1 copo de iogurte desnatado (170 ml)
  • 3 colheres de sopa de aveia
  • 5 colheres de sopa de farinha de trigo integral
  • 2 colheres de sopa de farinha de linhaça
  • 1 colher de sopa de fermento químico em pó
  • 1 pitadinha de sal

Recheio:

  • 1 peito de frango cozido e desfiado
  • 3 dentes de alho amassados
  • 1 cenoura ralada
  • 1 tomate picado
  • requeijão light/ cream cheese light
  • orégano e salsinha à gosto
  • sal

Imagem
Modo de preparo: Comece preparando o recheio. Doure o alho e a cebola e em seguida junte a cenoura para dar uma refogadinha. Acrescente o frango, o tomate e os temperos, e refogue mais um pouco. Reserve. Para a massa, comece juntando os ingredientes líquidos no liquidificador, e depois os sólidos. Despeje metade da massa em uma forma untada, coloque o recheio, pingue algumas colheradas de requeijão/cream cheese, e complete com o restante da massa. Polvilhe gergelim, e leve para assar em forno pré-aquecido por 30/40 minutos. Você também pode preparar tortinhas individuais, em forminhas de empada ou cupcake, utilizando-se do mesmo esquema massa-recheio-massa, ou colocando primeiro a massa, e depois bastante recheio por cima, cobrindo com tomatinho cereja e manjericão. Fica uma delícia!!

Imagem

Espaguete de abobrinha!

Imagem

Coisas triviais transformadas em amor!

É disso que tenho vivido! Simplicidade e amor!!!

Abobrinha, carne moída, molho de tomate… e amor! rs… é disso que se trata esse post!

Essa receita é ótima para quem está num dia “low carb”, pois a abobrinha substitui lindamente o macarrão!!

Às vezes é só mudar a forma de dispor no prato, a forma de cortar, de enfeitar, e pronto! Come-se com os olhos, e delicia-se com a boca!!!

Estou cada vez mais apaixonada por isso! Pelas receitas, pelas comidas, pelas fotos, pelo ritual todo! Anda brotando uma vontade imensa aqui dentro de fazer um curso de gastronomia, ou fotografia, ou ambos! rs… mas isso é coisa pra quando eu tiver condiçõe$.

Depois do meu aniversário, passado o inferno astral, muitas coisas boas começaram a acontecer para mim… notícias boas, propostas melhores ainda! É incrível isso! Tirei o negativo do meu coração e em menos de uma semana, o universo já está me devolvendo. Ainda não concretizei as propostas, então vou deixar todo mundo curioso mesmo… hehehe! Quando chegar a hora, espalho a notícia!! 😉

Vamos ao que interessa? A receitinha!!

Ingredientes:

  • 1 abobrinha italiana
  • 1 cebola
  • 6 dentes de alho
  • 5 tomates
  • manjericão
  • 300 g de carne magra moída
  • cheiro verde
  • Sal à gosto

Modo de preparo:

Cortando a abobrinha: Existem por aí muitos fatiadores, raladores e cortadores que podem ajudar na tarefa de deixar a abobrinha com o formato de espaguete. Mas como ainda não tenho todos os utensílios de cozinha dos meus sonhos, no meu caso, fiz na raça mesmo, ou seja, com a faca! É só fatiar a abobrinha bem finamente, e depois fazer os “espaguetes”, conforme a foto abaixo.

Imagem

Depois de cortar a abobrinha, coloque uma panela com água e sal para ferver. Enquanto isso, prepare a carne moída e o molho de tomate. Eu fiz a carne e o molho separados, mas você pode simplesmente preparar um molho à bolonhesa. Para a carne moída, refogue uma cebola e 2 dentes de alho, adicione a carne, refogue bem. Por último misture 1 tomate picadinho para não deixar a carne muito seca, acerte o sal e coloque o cheiro verde. Para o molho, corte 4 dentes de alho grosseiramente, coloque 4 tomates picadinhos e manjericão à gosto, cozinhando até eles quase se desfazerem. Se você gosta do molho “pedaçudo” é só usar assim mesmo, ou se preferir, pode batê-lo no liquidificador. Reserve a carne e o molho de tomate. Com a água já fervendo, coloque a abobrinha para cozinhar por aproximadamente 3 minutinhos. Cuidado para não deixar passar do ponto, senão a abobrinha fica muito mole. Ela deve ficar “al dente”. Escorra a abobrinha, e monte o prato. Disponha o “espaguete”, formando um ninho, deixando um buraco no meio. Preencha o buraco com a carne moída e jogue o molho por cima. Depois é só devorar!!!!

É muito amor! ❤

Mini rocambole de carne com quinoa e aveia!

Imagem

A carne moída tem sido a minha melhor amiga-proteína ultimamente. Tem descido tranquilo, sem entalar, enroscar, puxar, cutucar, etc. Eu amo frango de paixão, mas ando sofrendo com ele, pois ele é muito fibroso, e se não prestar muuuuita atenção na mastigação, é entalo na certa! Continuo insistindo na preparação do frango de formas diferentes, um dia chego lá! Tem o ovo também, mas como não pode muita gema, e só clara às vezes perde a graça, vou de carne moída mesmo.

Resolvi fazer um rocambole, e como estava atrasada, resolvi dividí-lo em vários “rocambolinhos” pra assar mais rápido, e ficou muito cuti-cuti.

Não me matem, mas dessa vez não vai ter passo a passo. Exatamente por conta do atraso, fiz correndo e não deu tempo de tirar fotos. Vou tentar detalhar bem no modo de preparo, mas se ficarem alguma dúvida, deixem nos comentários, que eu ajudo, tá?

Não havia feito muitos rocamboles na minha vida, mas normalmente eles são feitos com farinha branca e etc, né? Eu tinha visto por aí algumas receitas com quinoa, outras com aveia, e outras cositas mais, e resolvi misturar tudo!

Deu nisso ó:

Ingredientes:

Massa:

  • 500 g de carne magra moída 
  • 1 cebola pequena picadinha
  • 2 dentes de alho amassados
  • 3 colheres de sopa de quinoa cozida
  • 1 ovo
  • 2 colheres de aveia em flocos finos
  • sal e pimenta à gosto

Modo de preparo: Em uma tigela, misture tudo e amasse bem com as mãos, até perceber que ficou uma massa bem firminha e modelável. Reserve.

Recheio:

  • 3 colheres de cottage light
  • 2 colheres de cream cheese light
  • 1 xícara de folhas de espinafre picadinhas
  • 1/2 cebola picadinha
  • 1 tomate picadinho
  • sal e temperos à gosto

Modo de preparo: Em uma panela, refogue bem o espinafre com a cebola. Junte o tomate, mexa mais um pouco, em fogo baixo, acrescente o restante dos ingredientes e desligue. Reserve.

Montagem:

Sobre um filme plástico, pegue um pouco da massa, e forme um quadrado de mais ou menos 15 X 15 cm. Espalhe o recheio, evitando as bordas. Com a ajuda do plástico, vá virando e apertando o rocambole, formando um rolinho. Finalize fechando as laterais para que o recheio não escape. Salpique gergelim, ou outra semente de sua preferência. Envolva os rocamboles 1 a 1 com papel alumínio, assim não tem perigo de abrir enquanto assa. Leve ao forno pré-aquecido por 20 minutos, depois desembrulhe e deixe dourar por mais uns 10 minutos. 

Você também pode fazer hambúrgueres ou bolinhos recheados com essa receita. Eu fiz 4 mini rocamboles, e com a massa que sobrou, fiz hambúrgueres, embrulhei e congelei. No dia seguinte, grelhei com 1 fatia de tomate, queijo light e orégano por cima. Ficou uma delícia!!!!

Se joga nos 30!!

Imagem

Fazer aniversário… que drama! 

Para mim, todo ano é a mesma coisa, inferno astral, bipolaridade, carência, enfim… crise!

Esse ano tentei nem pensar muito nisso, tentei esquecer que era meu aniversário, e até que estava indo bem… até três dias antes do dia D!! Não sei o que me dá… quero comemorar, e ao mesmo tempo não quero fazer nada. Quero ficar com os amigos, quero ficar com a família, e ao mesmo tempo quero passar o dia todo debaixo das cobertas. Não quero tocar no assunto, e ao mesmo tempo fico muito, muito chateada se alguém esquece de me dar os “parabéns”. Sim, coisa de louco mesmo… em 30 anos de existência, ainda não consegui achar uma explicação!

E por falar em 30… meu Deus! 30! Isso estava me deixando realmente louca!! 2 X 15, 20 + 10…. 30!! Ah! Que bobagem, é só um número redondo, grande coisa!! Mas são 30 anos… agora não tem mais essa de “jovem”… agora fazer “merda” tem um peso maior… que conflito!!

Junta isso com o fato de estar desempregada, com a morte recente do meu avô, com o conflito de: “devo ou não comemorar?”, e pra ajudar coladinho com a TPM do mês… como não surtar?? Como????

Já fiz festas históricas em aniversários anteriores… na época da faculdade, e logo que voltei a morar em Porto… muitos amigos, muitos conhecidos, muita música, muito tudo!! Às vezes era uma semana de comemoração… cada dia com uma “turma” diferente. E esse ano, quando vi já era dia 16, e eu não tinha planejado sequer fazer uma faxina em casa para receber os amigos! Nem uns petisquinhos… nada!

Meus Deus, estaria eu ficando mesmo velha, desanimada, chata, sem amigos?? O que eu estava fazendo??? Quais eram meus planos pro futuro? Todos aqueles que aos 20 eu havia planejado para os 30, onde foram parar? O que foi que eu fiz????

Foi então que comecei a conversar com os amigos mais próximos, os AMIGOS mesmo, aqueles que têm paciência até mesmo quando nem eu mesma me suporto, com minha irmã, com meu marido… e opa! Peraí!! 

Gente!! Crise pra quê? Por quê? Meu Deus, acorda mulher!!

Estou vivendo uma fase em minha vida que jamais pensei vivenciar… estou vendo minha saúde voltar, estou me alimentando bem, muito bem, e estou sentindo PRAZER nisso… não está sendo nenhum sacrifício… estou conseguindo criar novos hábitos, não vivo mais em “dieta”, minha vida agora é essa! Eu como coisas saudáveis porque gosto, e tenho prazer em preparar e comer. Minhas roupas já não me servem mais, meu rosto já tem forma, eu tenho fôlego, tenho disposição, vou à academia, faço caminhadas… eu ESTOU saudável! 

Tenho superado minhas próprias expectativas quanto à mim mesma, quanto aos meus limites, minha força de vontade, e até quanto ao meu emocional, pois tirando essa bendita “crise dos 30”, eu até que estava indo muito bem, obrigada!

Quem me conhece sabe do que estou falando… eu sempre fui nitroglicerina pura! Nem pavio eu tinha… o negócio era sair gritando e ofendendo quem estivesse na frente… talvez como defesa mesmo, mas o fato é que eu já estava afastando todos que me amavam, porque ninguém quer ficar perto de uma pessoa ranzinza, reclamona e briguenta por perto né?

Eu ainda estou longe de atingir a perfeição, e com certeza talvez nunca chegue nesse patamar, assim como todo o restante da humanidade. Eu tenho minha personalidade, posso moldá-la, contê-la, tratá-la e deixá-la melhor, com certeza… mas ela ainda continuará sendo a minha personalidade, não tem jeito. 

Mas sim, eu estou orgulhosa por estar conseguindo respeitar e entender que somos seres diferentes, e que nem sempre o que eu quero vai acontecer da maneira que planejei. E que gritar, ofender e magoar as pessoas que mais me querem o bem não vai fazê-las me entender, muito menos me respeitar mais…. pelo contrário! Ando percebendo que tem discussões que realmente não levam a nada à não ser energia ruim e chororô à toa! O negócio às vezes é mais simples do que parece… é só deixar pra lá, desapegar e pronto!

Eu consegui parar de fumar, gente! Quer maior motivo de orgulho do que esse?! Poder subir na esteira da academia, e perceber que isso já está começando a fazer diferença, juntamente com a perda de peso, é uma sensação inexplicável!!

Saber que sim, sou capaz, é maravilhoso! 

Sou capaz de ser uma pessoa melhor, sou capaz de ser saudável, sou capaz de me tornar a mãe que o Otto merece, e sou capaz de ser FELIZ!

Fico muito feliz em saber que as pessoas enxergam esse meu esforço, reconhecem, e inspiram-se em mim também! Pois desde o começo do blog e do #projetofafa, desde o começo de tudo, foi isso mesmo que eu quis… ser e ter inspiração! Pois saber que tem gente “olhando” é um dos maiores incentivos que eu posso ter… 

Eu sou um ser coletivo… não sei ser sozinha, JAMAIS! Preciso de pessoas ao meu redor o tempo todo, gosto de ver e ter gente comigo… 

E o desemprego? Sim, é uma situação muito delicada, muito tensa… chegar aos 30 sem ter condições de fazer tudo que tenho vontade por não ter condições financeiras pra isso é realmente pirante! Mas ao mesmo tempo, se não fosse ele, eu não estaria tendo esse tempo para mim, não estaria tendo esse tempo de refletir e de pensar o que quero realmente pra minha vida nos próximos 30 anos…. Sonhos e planos mil vêm fervilhando por aqui… e se Deus quiser, logo logo estarei colocando o primeiro deles em prática… me aguardem!

Enfim… a vida é nova, o corpo é novo, os hábitos são novos, então porque não uma nova dezena? Uma idade nova? Um ano novo?

Terminei o dia de ontem feliz, muito feliz, por ter chegado à essa conclusão! Problemas todos nós temos, e sempre vamos ter… o que muda é o foco que damos à eles. Vale à pena deixar de lado toas as coisas boas que a vida nos oferece, para nos lamentarmos das coisas ruins? Elas realmente merecem todo esse enfoque? Como é que a vida vai continuar nos dando presentes, se os que ela já nos deu, nós simplesmente deixamos de lado para viver de auto-piedade?

Eu tenho família, e uma família linda! Eu tenho amigos, e amigos incríveis, que tenho certeza, me acompanham desde outras vidas. Tenho um marido lindo e paciente. Tenho saúde. Tenho pais que me apoiam e estão sempre do meu lado quando eu mais preciso. Meu filho é uma criança abençoada, uma dádiva de amor!! E tenho problemas, tenho mesmo! E também tenho garra, e coragem e força de vontade para enfrentá-los, superá-los e transformá-los em mais vitórias pra história da minha vida!

Obrigada à quem teve paciência de chegar até o fim desse post… ele é um desabafo, provavelmente confuso e estranho, mas um desabafo! Precisava compartilhar com o maior número de pessoas possível o quanto é bom poder finalmente chegar aos 30!!!!

Amo minha vida, amo vocês!

Hoje é o segundo dia dos meus 30 anos… e que venham mais 30!

 

Sopa-creme de espinafre!

Imagem

Tenho cá pra mim que sopa é amor! Aquele cheirinho da panela borbulhando com os legumes, aquele aconchego da primeira colherada quentinha… pra aquecer nosso coração!

Hmmmmmmmmm…

Sobrou espinafre das panquecas do post anterior, e como hoje deu aquela esfriadinha básica, pensei em utilizá-lo em uma sopinha!

Simples e gostosa, olha a receita:

Ingredientes:

  • 1 cebola picada em rodelas
  • 3 dentes de alho amassados
  • 1 colher de margarina light
  • 4 batatas cortadas em rodelas
  • 4 ramos de espinafre com os talos e folhas picados
  • 1 litro de água
  • sal e cominho à gosto

Modo de preparo: Refogar a cebola e o alho com a manteiga. Adicionar a batata, o espinafre, cobrir com a água e temperar à gosto. Deixar na pressão por 10 minutos. Depois é só liquidificar, e servir com torradinhas ou croutons.

Eu fiz uns croutonzinhos de microondas, que deram super certo ó:

Imagem

Modo de preparo: Cortar 4 fatias de pão integral em quadradinhos de 1 cm. Colocar em um refratário, regar com 1 colher de sopa de azeite e temperinhos de sua preferência. Eu usei orégano, coentro, páprica doce e pimenta do reino. Levar ao microondas por aproximadamente 6 minutos. A cada dois minutos, abrir e mexer, até torrar. Nem sempre são necessários os 6 minutos para ficar torradinho, por isso é importante ir sempre abrindo parar verificar, e não correr o risco de queimar! 😉 Agora é só comer com sua sopinha ou salada preferida!!

Um grande beijo!