Sopa detox de inhame com espinafre!

sopa de inhame com espinafre

Inhami-nhami! Não tem como não querer tomar uma sopinha bem quentinha com esse friozinho né gente?

Se for saudável e nutritiva então, nem se fala!

Quando falei aqui em casa que ía fazer sopa de inhame com espinafre, houve um “torcer de nariz” coletivo, e no final quase saiu briga pra ver quem ía repetir. Então, em verdade vos digo, nunca, jamais faça pré-julgamentos de uma receita por causa de seus ingredientes! Acreditem quando eu digo que fica BOM MESMO!

Nesse caso, além de muito saborosa, essa sopa tem propriedades desintoxicantes, que nos ajudam a regular o intestino e eliminar a gordura e as toxinas do corpo, agindo diretamente na perda da barriguinha!

As folhas verde-escuras, como o espinafre, auxiliam no bom funcionamento do fígado, eliminando assim as toxinas de uma forma mais acelerada, ajudando a prevenir o envelhecimento pré-maturo; além disso, o espinafre tem muita vitamina A, C, B e E graças às quais tem propriedades cicatrizantes, tonificantes e revigorizantes. Já o inhame, ajuda a encorpar a sopa, saciando a fome, sem elevar os níveis de glicose no sangue. O gengibre é desintoxicante e ainda melhora o desempenho do sistema digestivo, respiratório e circulatório; também é um reconhecido alimento termogênico, capaz de acelerar o metabolismo e favorecer a queima de gordura corporal. Por fim, a linhaça, semente rica em fibras, além dos benefícios do ômega 3, também ajuda a saciar e estimular o intestino a funcionar melhor.

Mãos à obra!

sopa de inhame com espinafre 2

Ingredientes:

  • 6 inhames médios descascados e cortados em rodelas
  • 1 rodela de gengibre picadinho
  • 1 cebola média picada
  • 3 dentes de alho
  • 1 xícara de folhas de espinafre em fatias fininhas
  • 2 colheres de sopa de linhaça dourada
  • 1,5 l de água
  • sal e ervas à gosto

Modo de preparo:  Refogue o alho e a cebola, depois adicione a água, o sal e o gengibre. Quando a água começar a ferver, adicione o inhame até ficar macio. Liquidifique e volte à panela. Adicione o espinafre picadinho, e ferva por mais 2 minutos, até as folhas amolecerem. Desligue o fogo e acrescente a linhaça na hora de servir.

😉

Tomates recheados com creme de ricota!

Imagem Após um tempo no “relaxo”, a balança estagnou, e eu assustei! Estava mal acostumada, né? Ainda na fase que só a cirurgia, por si só se bastava… perdendo de 4 a 5 kg por mês. De repente pesei e … NADA!

Eu estava me “permitindo” um pouquinho por dia, e quando dei por mim, a rotina saudável tinha ido embora. Sem contar que andava comendo coisas que estavam me fazendo mal, tinha dumpings leves com cada vez mais frequência, estava FORA DE CONTROLE! 

Passou a fase inicial, e aquela sucessão de novidades e coisas boas foi cada vez mais se esvaindo entre meus dedos. Eu estava me entregando, deixando os problemas tomarem conta de mim, a tristeza e a preguiça cada vez mais presentes em minha vida… a ansiedade e o nervosismo mais uma vez sendo usados como desculpa para meu descontrole emocional e consequentemente minha fraqueza nutricional.

Até que ontem tive uma experiência HORROROSA, não sei nem explicar direito o que foi. Um misto de coisas, angústia, fraqueza, tremores, coração acelerado, choro… uma sensação de morte, uma coisa que jamais havia sentido em minha vida. Sério, eu realmente achei que fosse morrer… me enfiei debaixo do chuveiro, sentei, chorei, chorei, chorei… e aos poucos foi passando, fui melhorando, fui retomando os sentidos… e o SENTIDO! 

Encarei como um sinal, um aviso, alguma coisa me dizendo que estava na hora de voltar nos eixos, retomar a força e seguir em frente…

Voltei ao começo do blog, li tudo novamente, todas as minhas experiências, todos os meus conselhos, toda a minha expectativa… e OPA! O que eu estava fazendo? Estava deixando a negatividade tomar conta de mim!!

É hora de levantar! Mostrar que sou mais forte que todos os problemas… chega de chororô! Bora enfrentar a vida? Bora batalhar pelo que realmente se quer? Auto-piedade não resolve problemas! Vamos arregaçar as mangas!

Então, cá estamos! Celebrando esse retorno com duas receitinhas PERFEITAS para uma refeição especial!!!

Comecemos com o tomatinho rechado:

ImagemIngredientes:

  • 6 tomates médios, firmes e maduros
  • 1/2 pecinha de ricota amassada
  • 3 colheres de sopa de azeitonas verdes
  • 1/2 cenoura ralada
  • 1/2 potinho de iogurte desnatado (uso o Paulista)
  • 2 colheres de sopa de nozes trituradas
  • cheiro verde à gosto
  • sal

Modo de preparo: Primeiramente corte a “tampa” do tomate, e com a ajuda de uma colher, retire toda a polpa e as sementes. Passe sal na parte de dentro do tomate e deixe virado com a parte aberta para baixo, por uns 15 minutos, para que toda a “àgua” escorra de dentro. Enquanto isso, prepare o recheio, misturando todos os outros ingredientes. Depois é só rechear os tomates e levar ao forno por 20 a 30 minutos, até que você perceba que o tomate já está macio. Aí é só enfeitar com folhinhas de manjericão e servir. 

Bom apetite! 😉

 

Bye bye 3 dígitos!

Imagem

Só quem pesa, ou já pesou mais de 100 kg sabe qual é o sentimento de ver apenas dois dígitos numa balança!

Eu fugi das balanças por muito tempo, nem chegava perto, não me pesava mesmo… então nem sei dizer quando foi que comecei a pesar mais de 100 kg. Mas com certeza, isso já vinha se arrastando há um bom tempo… anos a fio…

A sensação de vitória, daquele primeiro degrauzinho rumo à saúde alcançado… da missão finalmente começando a ser cumprida!! Uma emoção realmente muito grande! Pode até ser que pra vocês pareça exagero… mas gente, fiquei com vontade de sair pulando e gritando no meio do consultório, com as calças jeans (que há dois anos não me serviam mais, e agora já estão largas) nas mãos!!!

Comecei essa história com 121 kg em novembro do ano passado, na minha primeira consulta com o Dr. Irineu. Já havia perdido 7 kgs antes de realizar a cirurgia. Fui para a cirurgia com 115 kg, e agora, 62 dias depois… estou com 96 kg!! 96!!!!!!!!! Ou seja, já perdi 25 kg desde o início do processo, e 19 kg depois da cirurgia… segundo os cálculos da minha nutri, isso equivale a 40% do meu sobrepeso!!!

Muita coisa já tem mudado junto com meu peso… eu agora consigo cruzar minhas pernas igual “menininha” de novo, e até senti frio no inverno rs… (antes a “camada adiposa” tava tão potente que nem frio eu sentia mais), é até estranho ainda pra mim… em dias que eu JAMAIS usaria uma blusa de frio, às vezes lá estou eu com 2! O fôlego já está melhorando, meu sono já vem com mais facilidade… sinto menos cansaço e muito mais disposição pras coisas!!! Meu pescoço está de volta!! Agora posso provar que existia um pescoço embaixo dessa papada!! E até meu nariz já me pertence de novo!!

Mas a mudança mais importante, é a da minha cabeça… existe SIM o “pensar magro”, e a alimentação é SIM uma questão de hábitos… Entrar em uma padaria famosa e conhecida pela sua coxinha deliciosa, e pedir uma esfirra integral de ricota com chicória, comer metade e sair feliz da vida por isso, pra mim, é uma grande vitória!

Não quero ser radical, não estou falando que nunca mais vou comer uma coxinha na minha vida, ou um chocolate, ou um pedaço de bolo diamante negro da Sueli (quem mora em Porto Feliz sabe muito bem do que estou falando rs…), mas também não posso deixar isso voltar a ser rotina na minha vida!!

Hoje a nutri me liberou! Posso comer de tudo, o que eu quiser… (claro, com moderação), eu poderia ter saído de lá e ido comer um pastel, uma pizza, um brigadeiro… mas não… tô aqui, firme e forte… cheguei em casa, comi uma bolachinha integral, e logo vou comer meu peixinho no jantar! Vou deixar a “jacada” (pra quem ainda não está acostumado com o termo, “jacar” significa “enfiar o pé na jaca”, sair da dieta, comer porcarias) para uma ocasião especial!! Mas especial mesmo, tipo um aniversário, uma comemoração. Não pretendo sair por aí “jacando” todo final de semana, só porque é final de semana não…

Vamos fazer as contas? Um ano tem 365 dias, e 52 finais de semana. Considerando que eu fosse dar relaxo todo sábado e domingo, simplesmente por ser final de semana, seriam 104 dias. Somando-se isso aos aniversários, reuniões, eventos, etc, que acontecem em dias de semana, eu passaria 1/3 do ano comendo porcaria… e depois vou reclamar que a cirurgia não deu certo?! De que adianta fazer sacrifício a semana inteira, ir na academia, falar bonito sobre ser saudável, e mandar tudo por água abaixo no final de semana, por causa de 10 minutinhos de “prazer”? Ultimamente, prazer pra mim tem sido subir na balança e ver que meu esforço tá valendo a pena!!

Repito… não estou sendo xiita! As TPM´s existem, e graças a Deus, inventaram o chocolate pra isso… as porcarias estão aí, e sim, são muito boas!! Mas descobri que comida saudável também é muito bom, e que quando você dedica um tempinho do seu dia pra “se fazer um carinho”, vale muito à pena!!! Estou descobrindo novos sabores, novas formas de preparar os alimentos, e tem sido demais de prazeroso pra mim!!!

Nem preciso falar que poder dividir com vocês é uma das coisas que mais me ajuda, né? Já falei isso mais de um milhão de vezes… e vou continuar dizendo… poder compartilhar, trocar ideias, saber que posso estar ajudando mais pessoas passando pela mesma situação (seja pela cirurgia, ou simplesmente a reeducação alimentar), é o meu maior incentivo!!

Desculpem-me pelo post longo… fiquei empolgada! rs….

Amanhã começo uma nova fase!! Academia lá vamos nós… bora evitar ter que fazer plástica pelo menos nos braços e nas pernas?! Mas isso é assunto para outro post…

Aguardem as cenas dos próximos capítulos!!!!! 😉